quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Frases de aconchego emocional

Olá Internet! Sejam bem-vindos à primeira postagem do meu primeiro blog. Antes de avançar para o meu primeiro tema abordado queria fazer uma pequena apresentação a toda esta coisa. Coisa esta que eu apelidei de “Coisas da Vida”, e passo a explicar o porquê deste nome: alguma vez te viste num momento realmente irritante em que te apetece mandar algo para a merda ou simplesmente arremessar uns bitaites sobre algum assunto? Pois bem, é este o local que eu elegi para começar a fazer isso. Como não sabia exactamente do que iria falar (é relevante referir que estes textos são completamente espontâneos) tentei dar um nome suficientemente envolvente a todas as matérias que me possam vir a passar pela cabeça. Outra coisa a mencionar é o facto de eu já ter este blog criado à uns 3 / 4 meses mas nunca tive grande motivação para passar o que está na cabeça para a folha, até ter um incentivo de uma grande amiga que desde já agradeço (visitem o blog dela que também é muito bom http://sonhos-riscas.blogspot.com/ ela provavelmente não vai achar piada que eu faça publicidade).

Enfim, deixemo-nos de apresentações e passemos para a acção. Não acredito que algum rapaz nunca tenha tido uma altura que teve de encarar com uma crise emocional feminina. Algo do género: “aiii o meuh namoraduhh acabouh cumiguh!! Xtou TAO TRIXTE”. Ora bem, é nesta altura que nós rapazes usamos o nosso sentido másculo para acarinhar as moças dizendo frases sensíveis (mesmo que não acreditemos nelas). É nesse momento que as raparigas olham para nós como se fôssemos uns verdadeiros cavalheiros, amigos e salvadores. MAS É MENTIRA! Nessas situações um homem é mais interesseiro (porque muitos olham estas ocasiões como uma oportunidade de engate) do que um cavalheiro. Vá lá, o que raio era suposto fazer-mos quando temos uma rapariga a chorar-nos no ombro? “Olha não me molhes a camisola”? Não! Mesmo que consideremos a gaja uma perfeita idiota vamos recorrer às tais frases de aconchego emocional. Para tal eu elaborei uma lista com alguns exemplos bastante comuns:

- “Esquece o passado e segue em frente”;

- “Ouve o teu coração e segue o caminho que ele te indicar”;

- “Não faças isso, tens tanta vida pela frente” (isto é para aquelas com tendências suicidas);

- “Vais ver que vai ficar tudo bem”;

- “Mereces alguém muito melhor que aquele paspalho”;

E foram alguns exemplos. Atenção que eu não quero tirar o mérito aos rapazes que conseguiram namoradas à custa disto! Só me lembrei de referir isto porque, ainda à pouco tempo, tive que encarar uma crise emocional feminina e reparei que digo sempre a mesma coisa vezes sem conta e elas continuam a ver-me como um herói! Mas não sou! Só digo isto porque fui educado segundo alguns princípios morais!

Agora ainda há outra perspectiva a encarar nesta matéria. Porque é que este fenómeno não acontece com tanta frequência no sentido inverso? Isto é, as raparigas a acarinhar os rapazes com aquelas frases tão cintilantes. Porque os rapazes são muito mais reservados no que toca a choramingar. QUEREM-SE FAZER DE RIJOS E MACHOS!

Bem e já gastei o que tinha de desinteressante para dizer, passando ao interessante:
Até à próxima, se é que isso vai existir!

5 comentários:

  1. O quê? CHORAR?! Isto é um caso para o Fernando! xD
    Bem-vindo! (:

    ResponderExcluir
  2. muito bom post :) continua com o blog!

    ResponderExcluir
  3. looool! Entrando assim de rompante e sem pedir licença devo desde já começar por dizer que a tua escrita é cativante...e o mais estranho (sim, estranho) e que o consegues fazer falando de coisas banais o que é maravilhoso!

    Passando a parte dos elogios devo dizer pelo menos eu nunca seria capaz de chorar ao pé de um amigo nem que fosse melhor amigo, há quem lhe chame orgulho, egoísmo, egocentrismo...talvez um pouco. Mas mais por ser um momento meu demasiado meu para ser partilhado o que não significa que não fale dos meus problemas apenas não gosto dessas manifestações em público.

    ResponderExcluir